Imagem em destaque do post.

Escola da AGU é credenciada pelo Ministério da Educação para realizar cursos de pós-graduação

Foi publicado no Diário Oficial da União do último dia 16 de julho a Portaria nº 674, que credencia a Escola da Advocacia-Geral da União Ministro Victor Nunes Leal para oferecer cursos de pós-graduação lato sensu nas modalidades presencial e à distância.

A cerimônia de credenciamento da Instituição foi realizada na última sexta-feira (13), na sede da Advocacia-Geral da União em Brasília, e contou com a participação do ministro da Educação, Rossieli Soares.“Nosso sentimento é que está mais do que na hora de a própria AGU ter o seu processo de formação reconhecido pela especialização que tem em advocacia pública e administrativa. Acho que é uma oportunidade também de a AGU compartilhar com a sociedade brasileira todo o conhecimento acumulado ao longo dos anos”, afirmou.

O diretor da escola da AGU, Diogo Palau, destacou que o credenciamento abre a possibilidade de a escola ofertar cursos de pós-graduação lato sensu à distância. “Isso nos dá condições para que a escola dissemine de uma forma mais democrática o conhecimento para toda a instituição, não só para os colegas que estão em Brasília.”

Além disso, ele explicou que a iniciativa traz também a possibilidade de fazer cursos de pós-graduação voltados para áreas não jurídicas da instituição, como um curso de pós-graduação em perícia judicial. O credenciamento tem validade de quatro anos, podendo ser prorrogado a critério do Ministério da Educação, dependendo dos resultados da avaliação.

EAGU

O Centro de Estudos Ministro Victor Nunes Leal foi inaugurado em 27 de novembro de 2000 e, em agosto de 2005, transformado na Escola da AGU. Além da sede, em Brasília, a instituição mantém cinco unidades descentralizadas que atuam de forma regionalizada em Minas Gerais, no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Rio Grande do Sul e em Pernambuco.

Além de promover a atualização e o aperfeiçoamento dos profissionais de das carreiras jurídicas, a escola também fomenta estudos para o desenvolvimento de novas técnicas de trabalho voltadas à Advocacia Pública.

Com informações: Ascom/MEC

Share This